Os utilizadores do Facebook passaram milhões de horas a menos a navegar na plataforma nos últimos meses de 2017. Quem o diz é o próprio CEO, Mark Zuckerberg, que reconhece que o último ano foi "difícil"

Depois do Facebook ter anunciado que ia implementar novas medidas na plataforma, os efeitos não tardaram a surgir. Segundo uma publicação do fundador da empresa, os resultados do quarto trimestre da plataforma revelam que os utilizadores passaram por dia menos 50 milhões de horas a navegar na rede social. 

Tanto nos EUA, como no Canadá, o Facebook perdeu um milhão de utilizadores diários.

No último trimestre, já procedemos a mudanças para se começar a ver menos vídeos virais, de modo a garantir que o tempo das pessoas é bem passado (…) No total, fizemos alterações que reduziram em cerca de 50 milhões de horas por dia o tempo que se passa no Facebook", afirmou Zuckerberg, na publicação feita na sua página de Facebook. 

Ainda assim, a empresa conseguiu faturar, ao longo dos anos, cerca de 40 mil milhões de euros e atualmente conta com cerca de 1.4 mil milhões de utilizadores diários, números que levam Mark Zuckerberg a sentir-se satisfeito. 

O fundador da rede social já tinha anunciado que este ano o Facebook iria sofrer algumas mudanças, ao dar prioridade a conteúdos publicados por familiares e amigos dos utilizadores, em detrimento dos que têm ‘carimbo’ de empresas, marcas ou meios de comunicação social. Apesar disso, Zuckerberg mostra-se focado no novo rumo da plataforma. 

2017 foi um ano forte para o Facebook mas também foi um ano difícil. Em 2018 estamos focados em garantir que o Facebook não é apenas divertido de se usar, mas também é bom para a sociedade e para o bem-estar das pessoas", afirmou Zuckerberg.