Duas astronautas norte-americanas deixaram "fugir" um escudo de detritos que ia ser montado na Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês), incidente que foi captado pelas câmaras da NASA.

O escudo, que pesa oito quilos e mede 162cm/59cm/7cm, fazia parte de um novo “porto” que eventualmente será utilizado por naves espaciais comerciais, atualmente a ser desenvolvidas pela Space X e Boeing, que vão levar pessoas para o espaço nos próximos anos.

Um vídeo cortado da transmissão oficial da NASA mostra o escudo a afastar-se das duas astronautas (canto inferior direito do ecrã, ao minuto 0:50). Apesar do incidente, o objeto não causa perigo para a ISS e acabará por entrar na atmosfera da Terra, onde será destruído.

(Foto: reprodução/NASA)

Até que isso aconteça, o escudo junta-se a outras 21 mil peças que já orbitam a Terra.

As duas veteranas – Peggy Whitson e Shane Kimbrough – instalaram três outros objetos semelhantes e acabaram por usar uma capa temporária para compensar o escudo perdido.

Apesar de nem tudo correr como previsto, durante a operação, que durou cerca de seis horas e meia, a astronauta Peggy Whitson tornou-se a mulher que mais tempo passou fora da ISS, num total de 50 horas e 40 minutos, ultrapassando o recorde de outra astronauta da NASA, Sunita Williams.