Na noite da passagem de ano, os céus do mundo costumem encher-se de fogo-de-artifício, mas, este ano, um cometa vai brindar o novo ano e dar-lhe mais um motivo para ficar acordado de olhos postos na lua.

Segundo avança a NASA, o cometa 45P/Honda-Mrkos-Pajdušáková vai passar próximo da lua e ser visível para quem olhar com atenção. Não será visível a olho nu, mas quem tiver uns binóculos poderá disfrutar de outro espetáculo.

Segundo escreve a CNN, este cometa foi descoberto em 1948 e tem o nome dos astrónomos que o “encontraram”. Demora cerca de 5.25 anos a completar a sua órbitra.

Na verdade, ele já foi visível nos céus no passado dia 15 de dezembro, mas, na véspera de ano novo, vai passar muito próximo da lua. Será observável no hemisfério norte do planeta Terra e só voltará a ser visível algures em 2017.
 

Redação / PP