Não é fácil, sem um teste PCR, dizer à partida quando lidamos com uma gripe ou uma infeção por covid-19, já que os sintomas de ambas as doenças podem ser muito semelhantes. Mas um grupo de investigadores da Universidade do Sul da California, em Los Angeles, conseguiu identificar qual a ordem em que surgem os sintomas de cada uma das doenças, num esforço para as distinguir e favorecer uma terapêutica mais rápida e eficaz.

O estudo foi publicado na revista Frontiers in Public Health e aponta qual é a ordem mais comum no aparecimento dos sintomas, partindo da análise de dados publicados pela OMS relativos a mais de 55 mil casos de covid-19 confirmados na China, indica o El Mundo, comparando-os com milhares de casos de gripe sazonal recolhidos pela Universidade do Michigan, nos EUA, e ainda com cerca de 150 casos de SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) rgistados em Toronto, Canadá, e 45 de MERS (Síndrome Respiratória do Médio Oriente) reportados na Coreia do Sul.

Segundo as conclusões do estudo, a covid-19 tende a começar com febre, progride para tosse e dores musculares, seguem-se as náuseas e vómitos e, por fim, diarreia. Já a gripe, começa normalmente com tosse, seguindo-se só depois a subida da temperatura. A SARS e a MERS têm uma ordem de sintomas semelhantes aos da covid-19: febre antes da tosse, mas a diarreia vem normalmente antes das náuseas e vómitos. 

Os investigadores conseguiram demonstrar que, mesmo com sintomas secundários, como dor de garganta, fadiga ou dor de cabeça, a ordem dos sintomas principais mantem-se praticamente inalterada em todas estas doenças, pelo que, sendo a febre o primeiro sintoma da covid-19, ganha ainda maior importância a necessidade de controlo da temperatura corporal para travar a pandemia. 

Bárbara Cruz