eSafety

"Muitos utilizadores referem, de forma clara, que obtiveram o conteúdo através das contas nas redes sociais. As imagens são quase sempre acompanhadas por comentários altamente específicos e perturbadores", refere.






"Não interessa se a foto é inocente. Se a criança tem aquilo que o predador procura, ele vai usar a foto.”