É um autêntico sonho de uma noite de verão. A chuva de estrelas das Perseidas vai atingir o pico de atividade em Portugal esta quarta-feira e tudo o que precisa para assistir a este espetáculo astronómico é encontrar um local onde a luz não interfira com a visão e aguardar o cintilar no céu noturno.

Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa, a melhor altura para observar a chuva de estrelas será entre as 22:00 do dia 12 de agosto e as 00:30 do dia 13.

Espera-se mesmo que uma média de 110 meteoros por hora atravessem o céu. Para facilitar, o observatório aconselha que situe a constelação de Perseus acima da linha do horizonte a Nordeste.

A Perseidas é já um evento habitual no verão português e acontece porque o rasto de fragmentos do cometa Swift-Tuttle cruza-se com a órbita do nosso planeta. Ao penetrarem na atmosfera, as poeiras do cometa tornam-se incandescentes e desintegram-se, provocando os disparos de luz que comumente chamamos de estrelas cadentes.

Também a chuva de meteoros noturna das Aquáridas será visível até 23 de agosto. “Como esta constelação só começa a nascer depois da meia-noite a sudeste, as observações deverão iniciar-se na segunda metade da noite”, indica o Observatório. 

O nome desta chuva de meteoros resulta dos traços das suas estrelas cadentes nos parecerem sair do ponto radiante da constelação do Aquário.