O evento alarmou milhares de pessoas na Costa Rica e captou a atenção de todos, depois das imagens terem sido divulgadas por todo o mundo. Aconteceu no dia 23 de abril de 2019, às 21 horas. O céu iluminou-se e ouviu-se uma forte explosão.

Segundos depois, centenas de pequenas rochas caíram na Terra. O que aconteceu foi a queda de um meteorito que, segundo os especialistas, era do tamanho de uma máquina de lavar, embora se tenha desfragmentado ao entrar na atmosfera terrestre.

Segundo testemunhas ouvidas na altura, vários fragmentos atingiram casas, carros e provocaram alguns prejuízos.

“A casa foi, literalmente, apedrejada do céu”, contou um morador local, citado pelo G1.

Na verdade, a queda destas rochas é comum e a maioria destrói-se antes de chegar à superfície, o que não aconteceu com esta. Agora, o que restou do objeto tornou-se num valioso tesouro para os cientistas.

Tudo porque o meteorito contém elementos semelhantes aos que existiam na época da formação do sistema solar. E parte da sua composição tem origem orgânica. Rochas como estas caíram há biliões de anos na Terra e, segundo alguns especialistas, podem ser uma das chaves para o aparecimento da vida na Terra.

Fragmentos do meteorito que caiu na Costa Rica o ano passado ficou conhecido por Aguas Zarcas, devido à zona onde caiu. Vários pedaços foram recuperados por moradores da comunidade e por especialistas da Escola Americana de Geologia.

Ao todo, foram reunidos cerca de 27 quilos de rocha.

Lara Ferin