A DECO Proteste e a "Posso Ir?" lançou uma aplicação para telemóveis que ajuda os consumidores a tomar decisões na hora de ir à praia. Entre outras informações, a aplicação permite saber o estado de ocupação de cada praia, durante a época balnear que se inicia a 6 de junho.

O projeto tem o financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação EDP.

A aplicação nasceu dentro do grupo Tech4Covid19, para ajudar a dar resposta às normas de distanciamento social. Na app, os utilizadores consultam e reportam o nível de ocupação dos estabelecimentos comerciais e dos espaços públicos, evitando que se dirijam aos que registam maior afluência, promovendo, assim, o distanciamento social e ajudando a população a sair de casa em maior segurança”, explica a DECO em comunicado enviado às redações.

No início, a app era alimentada apenas pelos utilizadores. Para fornecer uma informação mais credível e validada, passou a contar também com a participação dos próprios estabelecimentos: “Os gestores dos espaços registam-se de forma gratuita e reportam regularmente o nível de ocupação e os horários de funcionamento.”

O projeto conta ainda com a colaboração da Agência Portuguesa do Ambiente, que proporciona toda a informação oficial das praias, através dos seus concessionários.

A app vai ainda conter informação sobre o nível de qualidade da água das praias, o histórico de ocupação, a existência de bandeira azul e vigilância, bem como das infraestruturas disponíveis. Tem ainda indicadores para utilizadores daltónicos.

A app inclui ainda indicadores visuais para utilizadores daltónicos e está disponível gratuitamente para os sistemas iOS e Android, através da App Store e da Play Store.

Manuela Micael