Um rapaz de 14 anos de Takatsuki, no Japão, foi detido esta segunda-feira por ter criado um vírus semelhante ao “Wannacry”, responsável pelo ciberataque mundial do mês passado.

O jovem estudante confessou o crime e garante que aprendeu a fazê-lo sozinho. Segundo a NHK, disse mesmo aos investigadores que queria “tornar-se famoso”.

Segundo fontes citadas pela agência de notícias Kyodo, o jovem criou o ransomware (programa que consiste em “sequestrar” os dados do computador até que o utilizador pague um resgate), colocou-o numa página de internet estrangeira e ensinou os utilizadores a descarregá-lo e usá-lo.

Esses utilizadores infetavam então os computadores das vítimas e pediam o resgate em bitcoin (moeda virtual).

O programa foi descarregado mais de uma centena de vezes, mas ainda não há notícia de perdas financeiras.

Esta foi a primeira detenção relacionada com este vírus no Japão, um dos cerca de 150 países que foram afetados pelo “WannaCry”.