Imagens da NASA vieram confirmar o que se temia: a sonda Schiaparelli, lançada pela Agência Espacial Europeia (ESA), explodiu quando aterrou em Marte. De acordo com a ESA, a sonda despenhou-se de uma altura de entre dois a quatro metros e ficou destruída no impacto com a superfície do Planeta Vermelho.

De acordo com Thierry Blancquaert, a ESA apercebeu-se do destino final da nave graças a uma foto tirada pela sonda norte-americana MRO, que está a orbitar o planeta vermelho.

A agência europeia não sabia, com exatidão, o paradeiro da Schiaparelli desde há dois dias.

A Schiaparelli, uma sonda com 577 quilos, fazia parte de uma missão europeia para encontrar provas de vida em Marte e testar tecnologias para uma missão que os cientistas esperam enviar para o planeta em 2020. A sonda desceu para o Planeta Vermelho na última quarta-feira.

O contacto com a sonda perdeu-se cerca de 50 segundos antes da hora prevista para a aterragem.