Dois telescópios da NASA captaram imagens do que parece ser a maior explosão de uma estrela alguma vez detetada. O acontecimento foi captado a 27 de Abril e deu-se a 3,6 mil milhões anos-luz da Terra.

Os telescópios da NASA «Swift» e «Fermi Gamma-ray» captaram a maior concentração de energia de raios gama alguma vez vista. Trata-se da explosão de uma estrela no último estágio da vida.

O resultado de tal explosão foi tão brilhante que acabou por surpreender os próprios cientistas. Um dos raios gama emitidos durante a erupção tinha três vezes mais energia do que qualquer outro gravado pelo telescópio Fermi, um instrumento criado especificamente para detetar este tipo de explosões.