O Brasil vai lançar, em 2014, um satélite para alargar a todo o país a cobertura da Internet de banda larga e que terá também fins militares, anunciou na segunda-feira o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo Silva.

O satélite exigirá um investimento de 750 milhões de reais (308 milhões de euros) e será desenvolvido pela empresa pública brasileira de telecomunicações Telebrás e pela fabricante aeronáutica Embraer.

O ministro brasileiro das Telecomunicações explicou, citado pela Agência Brasil, que o satélite vai permitir oferecer uma ligação à Internet de banda larga a 40 milhões de lares, incluindo em zonas remotas, como a região da Amazónia.