Os cursos ligados às novas tecnologias são dos poucos que ainda vão tendo saídas profissionais. Na Universidade Católica do Porto há um centro com equipamento de última geração, que permite entre outras coisas fazer animação 3D ou sonorizar um filme. Alguns alunos já foram chamados para trabalhar em Hollywood.

No estúdio da Universidade Católica do Porto, a tecnologia utilizada é exatamente a mesma que foi usada para fazer o filme «Avatar», de James Cameron, ou «Tintim», o último de Steven Spielberg em 3D. Tecnologia de ponta que permite desenvolver projetos inovadores ao nível do que de melhor se faz lá fora.

Uma grande parte dos alunos do curso de Som e Imagem acaba por ser absorvido pelo mercado estrangeiro.

Um piano que pode ser tocado à distância, uma superfície onde é possível fazer música deslocando pequenas peças ou até uma consola de jogos. O mais importante é a criatividade, já que potencial não falta a todo o equipamento de vanguarda. Um investimento de um milhão de euros, que teve ajuda da Fundação para a Ciência e Tecnologia.
Redação / Mariana Barbosa/AR