O brasileiro Leonardo, diretor desportivo do Paris Saint-Germain assumiu nesta segunda-feira, em entrevista ao jornal Le Parisien, que a saída de Neymar é uma possibilidade, ainda que para isso tenha de haver antes… uma proposta pelo avançado.

«Neymar pode deixar o PSG, se houver uma proposta que agrade a todos. Mas ao dia de hoje, não sabemos se alguém o quer comprar, nem a que preço. E todos sabemos que um negócio assim não se faz de um dia para o outro», diz.

No dia em que o clube parisiense assumiu que irá tomar medidas pelo facto de Neymar não se ter apresentado na concentração da equipa, ao contrário do que era suposto, Leonardo garante que não houve qualquer proposta pelo jogador brasileiro.

«Neste momento apenas uma coisa é clara para todos: Neymar tem mais três anos de contrato com o PSG. E como não recebemos qualquer proposta, não podemos negociar nada», reforçou, ainda que tenha admitido conversas com o Barcelona.

«Não recebemos nenhuma oferta, ainda que tenham havido contactos muito superficiais. Do Barcelona? Sim»

Já quando questionado se o jogador informou o clube da vontade de sair, Leonardo respondeu com uma velha máxima do futebol.

«Isso [a vontade de Neymar sair] é claro para toda a gente. Mas no futebol, hoje diz-se uma coisa e amanha diz-se outra. É incrível, mas é mesmo assim», declarou.