Momento: bomba de Ugarte sem festejos

Um pontapé do meio da rua de Ugarte abriu caminho para a vitória do Sporting logo aos oito minutos. Um remate espontâneo do médio que ainda sofreu um desvio nas pernas de Pickel e traiu Júnior. Um golo que invertia, desde logo, a vantagem neste Grupo B. Com este golo os leões ficavam, desde logo, com um pé na Final Four, uma vez que, agora, precisam apenas de um empate em Penafiel para seguir em frente. Foi o primeiro golo de Ugarte pelo Sporting e logo frente à sua antiga equipa, daí o médio não ter sido muito efusivo

Figura: Nuno Santos a desequilibrar

Grande jogo de Nuno Santos, desta vez como extremo esquerdo, mas em constantes combinações com Rúben Vinagre sobre a esquerda, a abrir caminhos para a área de Luiz Júnior. Com um Famalicão muito fechado, coube a Nuno Santos improvisar espaços para os leões conseguirem profundidade. Na primeira parte ficou na retina um cruzamento em arco com selo de golo, mas Sarabia atirou à figura. Já na segunda, com toda a calma do mundo, recolheu uma bola na área do Famalicão, já depois de dois remates, rodopiou e atirou a contar para o golo da tranquilidade.

Outros destaques:

Matheus Nunes

A sua ausência fez-se notar no jogo com o Moreirense. Hoje não fez propriamente um grande jogo., mas o Sporting joga de uma forma diferente com o internacional português em campo. Grande passe na primeira parte a destacar Nuno Santos e depois também está na origem do segundo golo de Nuno Santos.

Rúben Vinagre

Vai ganhando confiança a cada jogo que faz e já parece ter ultrapassado definitivamente o trauma do Ajax. Está mais seguro, sobe no terreno, combina e cruza.

Jovane Cabral

Oportunidade perdida no regresso à titularidade como o avançado deixou bem evidente no momento em que foi substituído. A frustração que exibiu só pode ter sido consigo próprio, por não ter conseguido aproveitar nova oportunidade concedida pelo treinador. Também é verdade que este não era um jogo talhado para Jovane, um jogador de transições, que precisa de mais espaço para embalar.

Ricardo Gouveia / Estádio de Alvalade