Portugal e Espanha vão investir mil milhões de euros em 10 anos no âmbito do Plano Regional Vale do Douro, que prevê mais de uma centena de projectos transfronteiriços que começarão a ser implementados em 2009.

Dados do plano foram esta apresentados em Valladolid pelo presidente da Junta de Castela e Leão, Juan Vicente Herrera e pelo vice-presidente da Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte, Paulo Gomes, avança a «Lusa».

O projecto será agora apresentado aos primeiros-ministros português e espanhol, José Sócrates e José Luís Rodríguez Zapatero, e ainda ao presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

Herrera explicou hoje que o plano foi desenhado ao longo dos últimos dois anos, «começando a tornar-se realidade em 2009», com acções emblemáticas nas zonas das chamadas Cúpulas do Douro.

Trata-se, segundo explicou Paulo Gomes, do «único projecto à escala europeia» em cooperação transfronteiriça, podendo tornar-se um exemplo de «boas práticas».

Referindo que o Douro é um dos principais canais hidrológicos da Europa, Paulo Gomes recordou que é um «eixo de conexão» entre Portugal e Espanha e, inclusive, no conjunto do sudoeste europeu.

Insistiu ainda que o projecto deve basear-se na inovação, na qualidade e no funcionamento em rede, desde Soria ao Porto.
Redação / Lusa/SPP