O líder da esquerda italiana, Walter Veltroni, reconheceu a derrota nas legislativas, considerando «claro» o resultado que dá uma nítida vitória ao seu adversário de direita Silvio Berlusconi, durante uma conferência de imprensa em Roma, avança a «TSF».

«O resultado é claro: a direita governará este país», declarou Veltroni, que anunciou ter telefonado a Silvio Berlusconi para lhe dizer que «reconhece a sua vitória» e «desejar-lhe um bom trabalho».

Segundo os resultados do Ministério do Interior quando estão apuradas 20 por cento das mesas de voto, a coligação de direita obtém 45,47% dos votos para o Senado contra 40,16 para o centro-esquerda de Walter Veltroni, o ex-presidente da Câmara de Roma.

Veltroni saudou a «forte participação no escrutínio, mais elevada do que em muitos países europeus». A participação baixou 3,5 pontos situando-se nos 80,4 por cento em relação às últimas legislativas de 2006, segundo o Ministério do Interior.

Entretanto, em duas intervenções feitas segunda-feira à noite, Berlusconi alertou os italianos para as dificuldades que se avizinham.
Redação / LF