A angústia de um casal de tripulantes da TAP, com dois filhos, que pode ser despedido

Na TAP, com a reestruturação à vista, o futuro é, nesta altura, muito incerto para os trabalhadores. O plano do Governo e da empresa prevê pelo menos 2 mil despedimentos. Para quem lá trabalha estes são dias de angústia, que vão aumentando com o passar do tempo, até porque os critérios para as dispensas ainda não são conhecidos.

Sobre "Jornal das 8"