A entrevista a Paulo Rangel na íntegra

Paulo Rangel afirmou esta segunda-feira que o seu principal objetivo é unir o PSD e que, para isso, não precisa do apoio "desta ou daquela personalidade".

O candidato à liderança social-democrata diz ainda que aprovação do OE2022 “não compete ao PSD” e aponta eventuais eleições para “fevereiro ou março”

Sobre "Jornal das 8"