"A Festa Não Pode Parar": Abílio já foi taxista na Suíça e agora é o músico Hábillo

Os restaurantes já retomaram os horários normais. Mas as festas e romarias continuam proibidas pela pandemia. Pelo segundo ano consecutivo, os artistas de música popular têm de puxar pela imaginação para manter a boa disposição, e o contacto com as pessoas. Nesta primeira reportagem da rubrica "A festa não pode parar." vamos conhecer o tio Abílio ou o mestre Hábillo, como é conhecido em Casto Daire, já foi taxista na Suíça mas deixou essa profissão rentável para trás. Agora, divide o tempo entre a agricultura e a música. 

Sobre "A festa não pode parar"