“A maior pandemia que estamos a viver, em crianças e jovens, é o número de horas que estão sentados”

Carlos Neto, investigador da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, foi convidado da TVI24, para um debate sobre o desconfinamento em Portugal.

O especialista alerta para o efeito potenciador do sedentarismo do condinamento nas crianças e adolescentes.

Sobre "Notícias"