A maioria dos portugueses não tem medo de ser assaltada ou agredida na rua

Os portugueses sentem-se mais seguros do que há cinco anos. É o que revela um estudo da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV)