«À medida que o tempo passa, emociono-me mais facilmente: deve ser a velhice»

Treinador do FC Porto diz que aquilo que o toca verdadeiramente não está no futebol. «Há coisas muito mais importantes do que uma final ou um jogo de futebol»