“A minha filha só apareceu ao fim de uma semana, foi sepultada no dia de Natal”

Fernanda Cristóvão explicou que na primeira semana não pensou nos tramites da investigação, porque a filha Catarina ainda não tinha sido encontrada. A mãe da vítima revelou que entregou o telemóvel de Catarina ao namorado da filha no dia da tragédia e ainda hoje se questiona.