A primeira greve na Autoeuropa

Paralisação arranca às 23:30 de terça, até à meia-noite de quinta-feira. Trabalhadores defendem que novos horários afetam vida familiar e a saúde