"A proteção dada pela vacina não depende apenas dos anticorpos"

Miguel Prudêncio, investigador do Instituto de Medicina Molecular esclarece que a diminuição dos anticorpos em pessoas com mais de 70 anos não quer dizer que a vacina não seja eficaz para este grupo etário.

Sobre "Jornal da Uma"