"A última coisa que o país precisa é de querelas constitucionais"

António Costa já reagiu à possibilidade de o Presidente da República dar posse a quem tiver mais mandatos e não mais votos. O secretário-geral do PS diz que é tempo de unir os portugueses e não de querelas constitucionais