Adepto Marcelo: “Com chefes de estado ao lado tenho de me portar de forma mais civilizada”

Marcelo Rebelo de Sousa não esconde que como bom português também ele é um fervoroso treinador de bancada. O presidente garante que se pudesse marcava todos os golos por Portugal, mas lembra que “ao de chefes de estado” tem de se comportar de “forma mais civilizada”.

Sobre "Jornal da Uma"