Adolescente desaparecido no Tejo mergulhou em zona de "grande risco"

Comandante dos Bombeiros de Santarém disse à TVI que se trata de uma zona interdita a banhos, devido aos fundões e pedras, que em tempos foi uma praia fluvial, mas que já não é. Estão no local mais de 30 operacionais, dos quais oito são mergulhadores.

 

Sobre "Jornal da Uma"