Advogada da Rosa Grilo diz que “ainda há muito caminho a percorrer”

A leitura da sentença do caso do homicídio de Luís Grilo ficou marcada para dia três de março. Ainda assim, Tânia Reis, advogada de Rosa Grilo, apontada como a única autora material do crime, diz que “o cerco não está a a apertar” e que “ainda há muito caminho a percorrer”.

Sobre "Notícias"