Advogado convicto de que Sócrates «não será levado a julgamento»

Numa entrevista desconcertante, João Araújo disse acreditar «absolutamente» na inocência do cliente e considerou que o caso «tem uma face profundamente política»