O bastonário da Ordem dos Médicos denuncia problemas graves no hospital Amadora-Sintra. Faltam mais de 90 médicos, faltam equipamentos e parte dos que existem estão obsoletos.