“Antecipação de receitas não é boa para ninguém”

Nuno Dias acredita que antecipação de receitas do contrato de cedência de direitos de transmissão televisiva e multimédia com a NOS, no valor de 65 milhões de euros, pode saldar algumas dívidas.

Sobre "Mais Bastidores"