António Costa lembra TAP que quem decide abertura de fronteiras é o Governo

António Costa avisa a TAP: o novo plano de rotas não tem credibilidade.

O primeiro-ministro lembra ainda a TAP que quem decide a abertura de fronteiras é o Governo. 

A crítica junta-se à contestação sobretudo por parte de autarcas e dirigentes da região norte.

Sobre "Jornal da Uma"