“As pessoas não podem ser descartáveis em função da idade”

A pandemia está a obrigar toda a gente, cidadãos, governos e médicos a escolhas éticas que nunca imaginámos. A mais dramática talvez seja a que se coloca aos médicos, que têm de decidir a quem atribuir o ventilador, escolhendo quem vive e quem morre.

Maria do Céu Neves, professora catedrática de Ética da Universidade dos Açores, falou esta quinta-feira sobre as razões para escolher quem salvar em situação crítica, no Jornal das 8, na TVI.

Sobre "Jornal das 8"