Ataque a Alcochete: "agressores perderam o controlo da situação"

Nuno Dias, no programa "Mais Bastidores" desta quarta-feira, analisou  a nona sessão do julgamento da invasão à academia ‘leonina e a “sugestão” de Bruno de Carvalho de alterar o treino de manhã para a tarde de 15 de maio de 2018, após o ex-presidente do clube despedir “informalmente” a equipa técnica.

O comentador afirmou que os depoimentos dos ex-adjuntos de Jorge Jesus tiveram uma grande relevância em relação à descoberta da autoria moral do ataque à academia de Alcochete.

"É importante este compilar de factos para que se perceba a verdade sobre tudo aquilo que aconteceu", disse Nuno Dias, avançando que o grupo de agressores que invadiu a academia "perdeu o controlo".

Nuno Dias sublinhou ainda que o testemunho de André Geraldes, antigo braço direito de Bruno de Carvalho, é dos mais importantes para que o Ministério Público conclua o que de verdade se passou no dia do ataque.

Sobre "Mais Bastidores"