Ataque a Palma pôs 30 mil pessoas em fuga

E necessitam de ajuda humanitária urgente.

O aviso é do governo moçambicano, um dia depois de terem surgido as primeiras imagens da devastação causada pelo ataque terrorista naquela vila da província de Cabo Delgado.

Sobre "Jornal da Uma"