Austrália recomenda o fim do celibato dos padres para diminuir abusos de menores

Comissão de inquérito australiana recomenda que a igreja católica acabe com o celibato obrigatório para os padres. Organismo diz que essa regra contribui para que haja mais abusos sexuais de menores cometidos por sacerdotes