Autópsia de Valentina: “O tempo que passa é a verdade que foge”

 

O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal, Duarte Nuno Vieira explica como decorrerá a autópsia ao corpo de Valentina e afirma que este método é fundamental para perceber a causa e o motivo da morte.

Duarte Nuno Vieira considera, contudo, que o intervalo de tempo entre a data da morte e a realização da autópsia pode levar a que se percam aspetos essenciais para interpretar o que realmente aconteceu a Valentina.

Sobre "Notícias"