Barco da marinha venezuelana afundou-se depois de colisão com cruzeiro português

Nicolás Maduro acusa uma embarcação portuguesa de ataque terrorista depois de uma colisão com um barco da marinha venezuelana.

Augusto Santos Silva já disse estar disponível para investigar e rejeitou tratar-se de um problema entre Estados. 

Sobre "Jornal da Uma"