«Benfica? É dar graças a Deus que não é o nosso clube que está com problemas»

A resposta de Rúben Amorim sobre a saída de Bruno Lage do comando técnico do Benfica.

«Não tem nada que me surpreender, o futebol é mesmo isso. Um dia é o mister Lage, outro dia serei eu, é a nossa vida. Um abraço para ele, a vida continua», começou por dizer, na conferência de imprensa de antevisão à partida com o Gil Vicente.

«Mas o foco está na nossa equipa, não olhamos para o lado. Só se se andássemos muito distraídos com o que tem sido o futebol português e com o que tem sido o Sporting em si é que nos íamos, um clube que está com problemas é dar graças a Deus que não é o nosso e nós estamos muito focados naquilo que queremos fazer», acrescentou.