Boris, as cartas para Bruxelas e o impasse no Brexit que já se tornou banal

Boris Johnson cumpriu a lei e pediu à União Europeia para adiar o Brexit, mas também explicou que não queria mais tempo e que o melhor é o Reino Unido sair a 31 de outubro. O líder do Executivo britânico enviou um total de três cartas a Bruxelas, deixando ainda mais complexo o processo da saída do Reino Unido