Brasil perto dos 100 mil mortos por Covid-19

Um inferno que teima em não parar. Quando olhamos para a pandemia no mundo é impossível não começar pelo retrato desolador das milhares de valas, por exemplo, nos cemitérios de São Paulo. Do outro lado do mundo, uma segunda vaga, e um grande remédio: o isolamento de uma cidade na Àustrália, onde o vírus é encarado de outra forma. Já na Rússia, o terror também está longe do fim.

Sobre "Jornal da Uma"