Carta de Seguro à troika apenas propõe «um retoque»

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, desvalorizou esta segunda-feira a carta que o secretário-geral do PS enviou à troika, considerando que os socialistas apenas propõem «um retoque» porque não têm uma política alternativa. «De boas intenções está o inferno cheio, obviamente não vai conseguir sensibilizar a troika», afirmou o líder comunista, quando questionado sobre a carta que o secretário-geral do PS, António José Seguro, escreveu no domingo às três instituição que formam a troika, onde pede que na 7.ª avaliação do programa de resgate, a arrancar em breve, sejam enviados a Portugal «responsáveis políticos».