Casa Branca tentou encobrir chamada entre Trump e o presidente da Ucrânia

Donald Trump está no meio do maior furacão político da sua presidência. A oposição democrata divulgou o relatório da conversa suspeita entre o presidente dos Estados Unidos e o presidente da Ucrânia.

Nesse telefonema, de 25 de julho, Trump pediu para que se investigasse Joe Biden, que é apontado como o seu principal adversário nas eleições do próximo ano.

O congresso iniciou os procedimentos para a destituição.

Trump responde que o telefonema para Kiev foi "absolutamente perfeito" e que é uma "vergonha" os democratas terem aberto um inquérito para destituição.

Sobre "Jornal das 8"