Casal que vendia filhos condenado a nove e cinco anos de prisão

O casal que procriava com o objetivo de vender os filhos já conheceu a sentença.

A mãe foi condenada a nove anos e o pai a cinco anos e oito meses de prisão efetiva pelo Tribunal de São João Novo, no Porto.

Sobre "Jornal da Uma"