Caso Ihor: tribunal pondera substituir homícidio por ofensa à integridade física agravada

O tribunal que está a julgar o caso do homicídio de Ihor Homeniuk, cidadão ucraniano que morreu no aeroporto de Lisboa em março de 2020, está a ponderar julgar os arguidos apenas por ofensas à integridade física.

Sobre "Notícias"