Centeno avisa professores: "Não podemos dar passos maiores que a perna"

O ministro das Finanças diz-se disponível para voltar a negociar com os professores, mas, em entrevista à  RTP, afirmou que a recuperação do tempo de serviço dos docentes tem de ser feita com responsabilidade.