"Chegámos a um importante acordo sobre esta controvérsia"

Nicolas Maduro pediu ao Supremo Tribunal para rever a decisão de tomar o poder do parlamento.