Como Valentina morreu às mãos do pai e da madrasta

Valentina morreu em maio do ano passado.

Estava na casa do pai, em Atouguia da Baleia, Peniche, porque precisava de ter condições para assistir à telescola. 

Durante quatro dias esteve dada como desaparecida, até que o pai confessou o crime. 

A sentença é conhecida hoje

Sobre "Jornal da Uma"